Weather (state,county)

EM ENTREVISTA A 89 FM, PADRE LUCIANO GUEDES DIZ QUE “A OBRA TEM QUE SER MAIOR DO QUE A PESSOA QUE A REPRESENTA”, COM RELAÇÃO A RENÚNCIA DO PAPA BENTO XVI


Na manhã desta quinta-feira (14), o Padre Luciano Guedes, Pároco de Cuité, cedeu uma entrevista ao radialista Flávio Fernandes no Jornal da 89 FM - Rádio Cidade de Cuité -, na entrevista vários temas foram abordados, dentre eles a campanha “S.O.S Seca” e a renúncia do Papa Bento XVI.

Acompanhe a entrevista:

 - QUARESMA -

Padre Luciano Guedes
F.F – Padre o que representa a quaresma para a Igreja Católica e quais as medidas adotadas nesse período?

Padre – A quaresma iniciou-se ontem (13), com a proposta de um tempo de progresso espiritual, afinal de contas, todos nós católicos somos marcados pelo pecado e esse tempo da quaresma é para isso, para uma revisão de vida e para os exercícios penitenciais que vão possibilitar um encontro pessoal maior com Deus.

- CAMPANHA DA FRATERNIDADE -

F.F – A campanha da Fraternidade deste ano tem o tema voltado para os jovens, como será trabalhada essa campanha aqui em Cuité?

Padre – A Campanha da Fraternidade traz o tema Fraternidade e Juventude associado a Jornada Mundial da Juventude que acontece em junho no Rio de Janeiro e aqui na Paróquia de Cuité estamos propondo uma caminhada com os jovens, uma ideia é uma caminhada até a capela de São Manoel da Paciência e a possibilidade de fazermos uma trilha com os nossos jovens e até atividades civis nas escolas, vamos divulgar oportunamente essa atividade. Além disso, visitas as escolas, celebrações e certamente um momento de confraternização dos jovens com a formação dirigida a eles.

- S.O.S SECA -

F.F – Como a comunidade pode fazer para assinar o abaixo assinado da campanha S.O.S Seca aqui em Cuité?

Padre – Nós estamos adotando as assinaturas aqui na Igreja Matriz podem ser feitas nesta sexta-feira (15) a noite e no domingo nos dois horários da missa, às 9h00 e às 19h30 da noite. O abaixo assinado só ficará aqui até domingo. Essa é uma iniciativa louvável de todos os deputados do estado da Paraíba e todos os cidadãos que estão prejudicados com a seca devem participar desta campanha.

- RENÚNCIA DO PAPA –

F.F – Como o Senhor viu a renúncia do Papa Bento XVI?

Padre – Pra mim a renúncia do Papa foi um ato de obediência ao espírito de Deus, um homem com 85 anos, debilitado pela saúde, que reconhece com muita lucidez a sua fragilidade e coloca o serviço da igreja acima de sua pessoa, eu acredito que é assim, a obra deve ser sempre maior que a pessoa que a representa. O Papa Bento tem todo o nosso apoio, a nossa oração e ele agora já disse que vai ficar exclusivamente dedicado à obra espiritual da igreja.

F.F – O Senhor concorda com a frase do Arcebispo da Paraíba; Quem não pode com o pote não pega na rodia?

Padre – Eu acredito que todos nós temos um pote pra carregar, mas quando a gente precisa de ajuda no caminho precisamos chamar alguém para ajudar levar o pote, eu acho que é isso que o Papa Bento está fazendo com muita consciência e lucidez.

F.F – Como o Senhor vê o nome de cinco brasileiros na disputa?

Padre – Todo colégio cardinalício vota e pode ser votado no conclave, nós estamos sendo representados por cinco cardeais, entre eles quem mais se destaca é o Dom Odilo Pedro Scherer o metropolita de São Paulo e claro todos nós iremos acompanhar o conclave com a nossa oração, aquele que for escolhido será para nós motivo de grande júbilo e alegria.

Flávio Fernandes
EM ENTREVISTA A 89 FM, PADRE LUCIANO GUEDES DIZ QUE “A OBRA TEM QUE SER MAIOR DO QUE A PESSOA QUE A REPRESENTA”, COM RELAÇÃO A RENÚNCIA DO PAPA BENTO XVI EM ENTREVISTA A 89 FM, PADRE LUCIANO GUEDES DIZ QUE “A OBRA TEM QUE SER MAIOR DO QUE A PESSOA QUE A REPRESENTA”, COM RELAÇÃO A RENÚNCIA DO PAPA BENTO XVI Reviewed by Redação on fevereiro 14, 2013 Rating: 5

Um comentário

  1. Desejo verdadeiramente que o Papa cuide bem da sua saúde e viva por muito tempo, mas sejamos sinceros, a renúncia não foi apenas por causa do fator saúde, ele renunciou por que não tinha forças para combater a corrupção que existe no Vaticano e, também , por não receber apoio da Cúria para punir o cardeal de Los Angeles, Roger Mahony, pelos casos de pedofilia.

    ResponderExcluir

Business

Política

Latest in Sports

Cidades